quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Próxima aventura a solo do Capitão América esteve perto de contar com uma presença especial


O Homem-Aranha esteve muito perto de integrar a Fase 3 do universo Marvel. A revelação é feita na edição de hoje do The Wall Street Journal, o qual teve acesso a uma troca de e-mails entre os executivos da Sony Pictures e da Walt Disney Studios nos quais estavam implícitas negociações entre ambos os estúdios para que o trepador de paredes se juntasse ao Capitão América e ao Homem de Ferro no ansiado "Captain America: Civil War" (2016). No entanto, como as conversações não chegaram a bom porto, debateu-se em seguida a possibilidade de a Marvel produzir uma nova trilogia centrada no aranhiço, cedendo aos estúdios Sony o "controlo sobre o lado criativo, o marketing e a distribuição" dos três filmes. Contudo, esta ideia também não vingou e a Sony decidiu assim seguir em frente com os seus planos para a personagem, produzindo "O Fantástico Homem-Aranha 2: O Poder do Electro" (2014) e dando luz verde a spin-offs centrados no grupo de vilões Sinister Six, em Venom e numa personagem feminina que faz parte do universo Homem-Aranha (Tia May?), bem como a uma comédia animada protagonizada pelo super-herói sediado em Nova Iorque, a qual será supervisionada pela dupla Christopher Miller/Phil Lord ("O Filme LEGO").
Enviar um comentário