domingo, 26 de fevereiro de 2017

Bill Paxton (1955 - 2017)


Morreu este domingo, na sequência de complicações pós-operatórias, o actor norte-americano Bill Paxton.

Ao longo da sua carreira - que teve início em 1975 com uma pequena participação na comédia de acção «Crazy Mama» - o versátil artista nascido no Texas foi-se tornando um nome conhecido e muito apreciado pelo grande público, graças à sua participação em cerca de uma centena de produções (entre curtas e longas-metragens, telefilmes, séries e mini-séries televisivas), das quais destacamos «Estrada de Fogo» (1984), o clássico «O Exterminador Implacável» (1984), «Que Loucura de Mulher» (1985), «Comando» (1985), as sequelas «Aliens: O Reencontro Final» (1986) e «Predador 2» (1990), o western «Tombstone» (1993), «A Verdade da Mentira» (1994), «Apollo 13» (1995), o filme-catástrofe «Twister - Tornado» (1995), o sucesso de bilheteiras «Titanic» (1997), «O Plano» (1998), «Submarino U-571» (2000), o excelente thriller «Pela Mão do Senhor» (2001) - que também dirigiu -, a série «Big Love» (2006 - 2011) - que lhe valeu três nomeações aos Globos de Ouro como Melhor Actor numa Série Dramática -, a aventura sci-fi «No Limite do Amanhã» (2014) e «Nightcrawler - Repórter na Noite» (2014).


Actualmente, encontrava-se envolvido na série televisiva «Dia de Treino», o remake da longa-metragem com o mesmo nome realizada em 2001 por Antoine Fuqua e que proporcionou o Óscar® de Melhor Actor a Denzel Washington no ano seguinte.

Tinha 61 anos.
Enviar um comentário