sábado, 19 de março de 2016

Passatempo Dia do Pai 2016


Dia do Pai.
Esta data é um tanto ou quanto bittersweet.
Se por um lado fui pai demasiado novo e tenho muito que festejar, por outro perdi o meu pai bastante cedo e nunca tive a oportunidade de lhe perguntar o que é que é isto de se ser pai.
Uma espécie de preparação psicológica, um «Como Ser Pai para Totós». No mínimo, um aviso do que estava para vir.
Fui mordido (o meu nariz é uma vítima!), vomitado, sujo com toda a qualidade de fluidos corporais, privado de sono, babado e arranhado (agredido, até!), mas a realidade é que em vez de o ter colocado no reciclador de bebés à primeira oportunidade percebi instantaneamente que era naquela coisa minúscula e encarquilhada (com uma ligeira semelhança a um símio) que residia a minha maior felicidade.
Conhecem aquele cliché "ah e tal apaixonei-me pelo meu filho mal o vi"?
Ainda eu não tinha visto aquele azul faiscante dos olhos dele e já o amava incondicionalmente.
Apaixonei-me terrível e irremediavelmente numa ecografia, no instante em que ouvi o bater do seu coraçãozinho e a partir desse momento foi sempre a abrir... cada beijinho, cada espirro, cada sorrisinho maroto, cada traquinice e cada trautear (sempre foi um bebé muito musical) só me encantava mais e às vezes até parece que chego ao ponto de questionar a minha sanidade mental:
-Como é que é possível amar-se assim uma pessoa?
A sério! Eu sei que é suposto os pais amarem os filhos, mas tanto?
Eu acho piada a tudo o que ele faz! Já não me devia ter acostumado?
Ele adormece agarrado a mim e eu fico ali a olhar para ele sem me acreditar na sorte que eu tenho. 
Doze anos! Quase doze aninhos a viver com a coisinha mais adorável que já vi...
Eu sei que ele às vezes consegue ser super desconcertante, super desastrado, inconveniente e que fico exasperado com as saídas "à Gui" mas sempre que me aborreço, por mais irritado que possa estar basta olhar para aquela carinha amorosa para me deixar arrebatar novamente e sentir-me a pessoa mais bem-aventurada à face da Terra.
Tenho a sorte de viver com um pedacinho de mim, uma mistura minha e da minha melhor amiga, poder mimá-lo sempre que me apetece e assistir ao seu crescimento e evolução enquanto pessoa... não é mesmo para ter orgulho?
E digo isto convictamente, sem balelas, mesmo apesar de ele já me ter feito passar pelas cenas mais embaraçosas e constrangedoras de que há memória. Trust me.

Ora como por este país fora há muitos outros pais e muitos outros "Guis" resolvemos aliar-nos à Editorial Presença e à Fruut para vos oferecer cinco fantásticos packs pensados com muito carinho para esta ocasião.
Fiquem a conhecê-los:

PACK 1
Constituído por:
Top Gear foi em tempos apenas um programa de televisão relacionado com automóveis. Até que, num antigo aeródromo da Royal Air Force, Jeremy Clarkson e os seus amigos construíram um admirável mundo novo que batizaram de quartel-general do Top Gear. Este lugar tornou-se para o Jeremy o mesmo que a selva para Tarzan: o lugar perfeito de entretenimento. Com um cantinho garantido perto de Londres, Jeremy e os amigos decidiram tentar a sorte no resto do mundo. Em breve a equipa do Top Gear Live andava à volta do globo, tal como uma banda de rock nos anos 70 em digressão, conquistando adeptos em toda a parte, desde a América do Norte até à China. Quinhentos milhões de espectadores depois, existia um império onde o sol nunca se punha. Ao longo desse período, Jeremy Clarkson ia escrevendo sobre o assunto. Reunido em livro pela primeira vez, aqui está o resultado desse trabalho: os carros, as paródias, o bom e o mau. Brilhantemente escrito e de rir às gargalhadas, a obra «Os Anos Top Gear» revela Clarkson no seu melhor estilo. Incisivo, provocador e hilariante.


PACK 2
Constituído por:
Philippe Pozzo di Borgo é um aristocrata francês, director da conceituada casa de champanhes Pommery, que aos quarenta e dois anos vê o seu futuro comprometido quando um acidente de parapente o deixa tetraplégico. Deste acontecimento trágico decorre o encontro improvável entre Philippe e Abdel, um jovem rebelde dos subúrbios de Paris que é contratado como auxiliar para cuidar de Philippe. «O Segundo Fôlego», a autobiografia de Philippe, é o relato humanista e bem-humorado dos anos de convivência entre ambos.


PACK 3
Constituído por:
Carl Mørck não é o detetive mais popular da Divisão dos Homicídios de Copenhaga. Por isso, quando é criado o Departamento Q, com a missão de rever casos arquivados, Carl Mørck é designado para o dirigir. O seu primeiro caso é o de Merete Lynggaard, uma deputada que desaparecera cinco anos antes sem que a polícia conseguisse mais do que conjeturar uma aparente tentativa de suicídio. Toda a gente acha que ela está morta. Toda a gente diz que investigar o sucedido é uma perda de tempo. Mas, à medida que Carl Mørck começa a seguir as pistas que o seu colega havia descartado aquando da investigação inicial, descobre um caso com contornos inesperados e profundamente sinistros…



PACK 4
Constituído por:
No verão de 1819, o baleeiro Essex partiu de Nantucket para mais uma expedição de caça à baleia. Quinze meses depois, o impensável aconteceu: numa região remota do Pacífico Sul, um cachalote de enormes proporções provocou o naufrágio do Essex. A tripulação de 20 homens refugiou-se em três botes salva-vidas rumo à América do Sul, numa jornada épica pela sobrevivência. Três meses depois, os oito tripulantes que continuavam vivos foram encontrados à deriva. Para sobreviver, usaram todos os recursos, inclusive o canibalismo.


PACK 5
Constituído por:
«O Jogo Final» é uma obra soberba que tem como protagonista Ender Wiggin, um rapaz em quem o governo da Terra deposita todas as esperanças. No espaço interplanetário, um exército extraterrestre ameaça aniquilar a humanidade. Desesperados, os homens desenvolvem um programa de defesa que consiste no treino militar intensivo de crianças sobredotadas. Ender é o único que pode garantir a sobrevivência da grande família humana. Mas será ele suficientemente forte para se salvar a si próprio do precipício da loucura?


Cada pack incluirá também uma gola (para as corridas em dias mais frescos) e uma fita de pescoço Fruut.
TERMINADO
Lista de premiados AQUI.
Enviar um comentário