quarta-feira, 10 de junho de 2015

Nuno Melo (1960-2015)


Morreu esta terça-feira, vítima de complicações relacionadas com um cancro no fígado, o actor Nuno Melo.

Ao longo da sua carreira - que teve início em 1981, no Teatro de Animação de Setúbal - o versátil artista nascido em Castelo Branco foi-se tornando um nome conhecido e muito apreciado pelo grande público, graças à sua participação em cerca de nove dezenas de produções (entre curtas e longas-metragens, telefilmes, séries televisivas e telenovelas), das quais destacamos "Duarte e Companhia" (1988), "Casino Royal" (1989), "Crime na Pensão Estrelinha" (1990), a sitcom "Camilo & Filho, Lda." (1996), "Tarde Demais" (2000), o êxito de bilheteiras "O Crime do Padre Amaro" (2005), a mini-série "Equador" (2009) e "O Barão" (2011, na imagem), filme de Edgar Pêra que lhe valeu o prémio de Melhor Actor de Cinema atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores e o Globo de Ouro de Melhor Actor, na gala de prémios da SIC.

Tinha 55 anos.
Enviar um comentário