terça-feira, 16 de junho de 2015

Ganha Exemplares Autografados de "O Monstro de Monsanto"

É com enorme prazer que nos voltamos a unir ao simpático autor lisboeta Pedro Jardim - após o sucesso do passatempo "As Crónicas do Avô Chico" - para vos dar a oportunidade de ganhar três exemplares autografados da sua mais recente obra, O MONSTRO DE MONSANTO.


Sinopse: «Uma rapariga encontrada morta na floresta de Monsanto. Um delicado vestido azul a cobrir o corpo. O cabelo cuidadosamente penteado. Uma máscara de papel branco com um poema de Florbela Espanca sobre o rosto. É este o cenário que Isabel Lage, inspectora da Brigada de Homicídios da Polícia Judiciária, encontra no local do crime. A primeira vítima de um serial killer que não deixa pistas, que habilmente se move pela floresta e que parece conhecer todos os passos da polícia. Isabel está apostada em resolver este mistério e fazer justiça em nome das mulheres que morrem às mãos de um assassino frio e calculista. Mas todas as pistas levam a João, o seu antigo companheiro de patrulha, e com quem partilhou mais do que aventuras profissionais...»
Sabe mais sobre a obra O MONSTRO DE MONSANTO clicando aqui.


Sobre o autor: Se Pedro Jardim não fosse uma jóia de moço era muito fácil embirrar com ele: tem talento para dar e vender, pinta, escreve e ainda tem tempo para solucionar crimes. Nasceu em Lisboa, no ano de 1976, e foi em Vila Viçosa, onde viveu desde muito novo, que descobriu o prazer pelas artes e pela literatura, começando a escrever sobre os seus sentimentos, o calor da região, as cores quentes, os seus avós ou as aventuras que experienciou durante a infância, provando assim que a maçã não cai muito longe da árvore - o seu avô já era famoso pelas suas quadras e conhecimentos da região. Fez o liceu no Alentejo, berço da poetisa Florbela Espanca, e licenciou-se em Sociologia, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É chefe de Polícia desde 2006, depois do ingresso na PSP em 1998. Além das funções que exerce, detém também experiência em investigação criminal, cuja especialização terminou em 2003. A paixão pela literatura fez com que quisesse aprofundar os seus conhecimentos, levando-o a estudar escrita criativa com João Tordo, um dos seus ídolos literários, assim como Fernando Pessoa, Afonso Cruz, José Luís Peixoto, Margarida Fonseca Santos e Luísa Fortes da Cunha. 
É engraçado ver o pequeno Pedrocas - que até nem gostava muito de ler (a não ser banda desenhada) - ser distinguido com o galardão "Mais Literatura 2013" pela revista Mais Alentejo, um merecido reconhecimento pelo seu trabalho: dois livros de crónicas autobiográficas "As Crónicas do Avô Chico", em 2011, e "A Senhora da Tapada", no ano seguinte. Conta igualmente com inúmeras participações em antologias de poesia e livros de contos, e a descoberta da paternidade levou-o a apaixonar-se pela literatura infanto-juvenil, área onde já conta com dois títulos: "O Dragão Rouxinol" e "Gigante Gigantão", de 2013 e 2014, respectivamente. Com um e outro, tem visitado livrarias, bibliotecas e escolas por todo o país (queremos ver-te mais vezes aqui no Porto, Pedro!).
O MONSTRO DE MONSANTO demorou cerca de um ano a terminar (entre investigações e entrevistas) e é o romance policial que sempre sonhou escrever.
Podem consultar mais informações acerca do autor em http://www.escritorpedrojardim.com/.

Descubram abaixo o que têm que fazer para ganhar os exemplares autografados de O MONSTRO DE MONSANTO que temos para oferecer...

TERMINADO
Lista de premiadas AQUI.
Enviar um comentário