domingo, 5 de outubro de 2014

REVIEW: "Maze Runner - Correr ou Morrer" (Livro)


FICHA TÉCNICA:
Autor: James Dashner
Editora: Editorial Presença
Número de páginas: 408
P.V.P. - 17,06€

SINOPSE OFICIAL:
Quando desperta, não sabe onde se encontra. Sabe que o seu nome é Thomas, mas é tudo. Quando aquela caixa metálica pára, Thomas percebe então que se encontra num elevador e não tarda a descobrir que chegou a um lugar estranho e que o enche de pânico. Lá fora, uma pequena multidão de adolescentes como ele. Os rapazes puxam-no para fora e as suas vozes saúdam-no numa linguagem que lhe parece estranha. Dizem-lhe que aquele lugar se chama a Clareira e ensinam-lhe o que sabem a respeito daquele mundo. E existe o Labirinto, para além dos muros da Clareira... Mas acontece algo inesperado – a chegada da primeira e única rapariga, Teresa. E ela traz uma mensagem que mudará todas as regras do jogo...

O VEREDICTO:
Partindo de uma premissa muitíssimo interessante, suportada por um naipe de personagens assaz elaboradas e com as quais nos conseguimos identificar - desde o intrépido Thomas, ao venturoso Chuck, passando pela misteriosa Teresa - esta obra escrita por James Dashner consegue facilmente agarrar-nos desde as primeiras palavras, não só devido ao seu ritmo desenfreado e estonteante - somos desde logo colocados no local onde (quase) toda a acção vai ter lugar - mas principalmente porque as perguntas vão-se sucedendo a um ritmo frenético - Porque é que Thomas acordou num elevador? Porque é que não se lembra de nada? E porque é que todos aqueles jovens estão presos com ele num labirinto de proporções épicas? - e as respostas, apesar de nos serem entregues a conta-gotas, têm tanto de satisfatórias quanto de surpreendentes.
Podemos, pois, garantir que tal como os protagonistas deste primeiro tomo de MAZE RUNNER - ao qual se segue MAZE RUNNER - PROVAS DE FOGO e MAZE RUNNER - A CURA MORTAL - terminamos esta aventura completamente esgotados, mas ainda assim intrigados e ávidos para partirmos rumo ao próximo capítulo da saga. 
Enviar um comentário